terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

Pureza no alcatrão


À excepção de Baltimore, Brooklyn parece ser o local de acolhimento perfeito para todos os tipos marados da tola e que pretendem investir no desconstrutivismo e insanidade através da música. Não é novidade nenhuma que Nova Iorque tem um background notável em matéria de espaço de autonomia artística, mas o caso do bairro citado em particular demonstra uma enorme transgressão dessa ideia, quando se olha para os Black Dice, Excepter e Yeasayer. Não é preciso ir muito longe, quando o 77 Boadrum foi realizado pertíssimo da Brooklyn Bridge. Esta tendência perpétua para a experimentação é amplificada agora pelos Free Blood. Descobri a página deles há bocado e a primeira conclusão a que cheguei foi que o início da "Weekend Condition" é um pastiche de uma faixa dos TV On The Radio (err, Brooklyn mais uma vez) à vossa escolha. Já a "Grumpy" agrada ao ouvido pelo falsetto e pelos arranjos de cordas no refrão. É um casal e, enfim, é melhor do que outros que por aí andam.

1 comentário:

Ladies Love disse...

Descobri os Free Blood hoje e rendem (são tão bons quanto as influências que listam no MySpace). Encomendei logo um 12". Sempre curti o gajo nos !!! desde que os vi em '05 e a voz dele é porreira (melhor que a do Nic Offer), para além da presença. O casal devia aparecer aí, boas malhas, boas batidas, etc., para uma festa não-sei-onde (tipo o barracão onde foram os Animal Collective, não?) com uns DJs decentes.